Gum sente dores no ombro e fica fora de treino do Fluminense

Levir Culpi não sabe se pode escalar zagueiro contra o Boavista

Estadão Conteúdo

25 de março de 2016 | 14h55

O zagueiro Gum foi a grande ausência do treino do Fluminense nesta sexta-feira. O jogador reclamou de dores no ombro, não participou da atividade comandada pelo técnico Levir Culpi e pode se tornar um problema para o confronto diante do Boavista, neste domingo, em Los Larios, pelo Campeonato Carioca.

Se Gum não tiver condições de jogo, deverá ser substituído por Marlon, como indicou Levir no treino desta sexta. Ele separou o grupo e dividiu o campo em dois setores. Em um deles, o ataque titular enfrentava a defesa reserva, enquanto no outro a zaga titular duelava com os integrantes do setor ofensivo reserva.

Marlon atuou ao lado dos titulares Jonathan, Henrique e Wellington Silva. No setor ofensivo, Pierre, Cícero, Gérson, Gustavo Scarpa e Osvaldo tiveram como companhia Fred. O atacante e capitão tricolor volta ao time depois de cumprir suspensão no duelo com o Inter pela Copa Sul-Minas-Rio.

Em recuperação de um grave problema no tornozelo, o atacante Richarlison iniciou nesta sexta a transição para o campo. O treino da manhã também foi especial para o goleiro Diego Cavalieri, que recebeu a visita de seu filho Enzo, de apenas quatro anos.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.