Cesar Greco/ SE Palmeiras
Cesar Greco/ SE Palmeiras

Gustavo Gómez quer vitória palmeirense em 'jogo especial' contra o Libertad

Palmeiras volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar primeiro time da carreira do paraguaio Gustavo Gómez

Redação, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2020 | 14h38

O zagueiro Gustavo Gómez foi criado no Libertad e terá a missão de enfrentar o ex-clube em duelo das quartas de final da Libertadores. O agora palmeirense fala em trazer uma vitória na terça-feira, no "jogo especial" de ida marcado para Assunção.

Mesmo com o Libertad no coração e repleto de amigos no ex-clube, o defensor paraguaio confia num resultado positivo graças à postura ofensiva implementada pelo português Abel Ferreira no Palmeiras.

"Tenho muitos amigos lá, pessoas que trabalham no clube. Eu comecei a minha carreira no Libertad, todos me ajudaram muito e tenho um carinho muito grande", disse. "Sempre falo com os meus companheiros que tenho na seleção (paraguaia) também. É um jogo especial para mim, mas estou focado", seguiu, antes de revelar a tática palmeirense.

"Desde que o professor Abel chegou, estamos com a mentalidade de sair para buscar os três pontos e ganhar o primeiro jogo fora", falou. "Como todos sabem, Libertadores é difícil e estamos trabalhando para fazer o melhor, realizar um bom jogo."

Conquistar a Libertadores é uma das metas do Palmeiras, que quer fechar a temporada com outros títulos, também. "Têm três competições e o Palmeiras vai brigar até o fim. A Copa do Brasil está mais perto, Libertadores também. Mas no Brasileiro temos uma partida a menos. Vamos brigar pelas três, temos elenco. O Palmeiras superou as dificuldades e temos mentalidade vencedora."

Essa postura ambiciosa de Abel Ferreira cativou todo o elenco do Palmeiras. O português ganhou o grupo e vira e mexe é elogiado pela confiança esbanjada com o grupo.

"O professor Abel ajuda muito a mentalidade na hora de jogar. Jogue quem jogue. Todos sabem que o Palmeiras está tendo dificuldades por causa da doença e das lesões e a ambição de querer ganhar está ajudando muito", elogiou Gómez. "Melhoramos muito na intensidade, por fazermos a marcação mais na frente. Nosso jogo está sendo mais intenso e essa postura ajuda para os zagueiros".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.