Santos FC
Santos FC

Gustavo Henrique diz que falta de oferta europeia pesou para acerto com Flamengo

Atleta tem contrato com o Santos até o fim de janeiro, mas tentará liberação para fazer pré-temporada com o time carioca

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2020 | 22h09

Se transferir ao Flamengo foi um "plano B" para Gustavo Henrique. Oficializado nesta sexta-feira como reforço pelo clube carioca, o zagueiro explicou que o seu desejo inicial era trocar o Santos por um time do futebol europeu. Mas sem uma proposta do Velho Continente, optou mesmo pelo clube carioca, o primeiro a demonstrar interesse na sua contratação.

"Tempos atrás, o Flamengo foi o primeiro clube que veio atrás de mim, quando eu podia assinar um pré-contrato. Na minha cabeça, eu já tinha planejado que sairia do Santos. Tinha um desejo maior, como todo mundo sabe, de ir para a Europa, mas não chegou nada. Optei em ir para o Flamengo, que foi o que mais me procurou e mostrou um projeto novo. Tiveram outros clubes interessados, mas optei pelo Flamengo", explicou Gustavo Henrique, em entrevista à ESPN Brasil.

Gustavo Henrique, de 26 anos, vai assinar um contrato válido por quatro temporadas com o Flamengo. O zagueiro chegará gratuitamente ao time carioca, pois o seu vínculo com o Santos se encerrará ao fim de janeiro, quando ele deverá se apresentar ao técnico Jorge Jesus.

A chegada de Gustavo Henrique ao Flamengo, porém, poderá até acontecer antes, caso haja êxito em negociação entre as partes, para que o zagueiro se apresente antecipadamente ao seu novo time. O zagueiro assegurou que não pretende "forçar" uma saída, podendo até mesmo participar da pré-temporada do Santos.

"Tenho contrato até o final de janeiro e, se depender de mim, vou cumprir. Sempre vou ser grato ao Santos. Da minha parte, quero sair pela porta da frente. Foram 13 anos aqui, metade da minha vida, mas já estamos conversando com o presidente para ver o que vai ser feito, se vai me liberar ou não. Vou deixar isso nas mãos deles", disse.

Titular absoluto do Santos, Gustavo Henrique precisará buscar seu espaço no Flamengo, ainda mais que Rodrigo Caio e Pablo Marí terminaram a temporada 2019 em alta, como campeões da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro. O cenário não assusta o zagueiro.

"Meu desafio será dar o meu melhor no dia a dia, como fiz no Santos. Eu me cuido muito, me cobro muito. No Flamengo, vai ter essa pressão de ganhar cada vez mais e quero ganhar títulos. É um desafio individual e coletivo, um leva ao outro. Meu pensamento é, primeiramente, o grupo. Vou buscar meu espaço, respeitando muito o Rodrigo, o Marí e os outros zagueiros", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.