Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Gustavo Henrique elogia chegada de colombiano Felipe Aguilar ao Santos

Contratação de zagueiro aumenta concorrência na briga por vaga de titular

Redação, Estadão Conteúdo

17 Janeiro 2019 | 13h13

A contratação de Felipe Aguilar ainda não foi formalizada pelo Santos, mas a iminente chegada do zagueiro colombiano já movimenta o clube. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, Gustavo Henrique deu as boas vindas ao jogador, que estava no Atlético Nacional, aumentando a concorrência na briga por uma vaga de titular, algo que foi exaltado pelo seu novo companheiro.

"A diretoria está lá para fazer o trabalho dela e a gente faz o nosso. Todo reforço é bem-vindo. Pelo que vi, o Aguilar tem boa saída de bola e pode nos ajudar. Quem está aqui disputando a vaga no time vai continuar dando seu melhor e o Santos só tem a ganhar com isso", afirmou Gustavo Henrique.

Na noite de terça-feira, o Atlético Nacional comunicou a liberação de Aguilar para acertar a sua transferência ao Santos. O zagueiro, de 25 anos, também teve passagem pelo Alianza Petrolera, também da Colômbia, entre 2013 e 2015.

Ele conquistou diversos títulos pelo Atlético Nacional, o que incluiu a Copa Libertadores de 2016 e a Recopa Sul-Americana de 2017. Além disso, possui experiência na seleção colombiana, seja na base, como nas edições de 2013 do Sul-Americano Sub-20 e do Mundial Sub-20, como na Olimpíada de 2016 e na Copa América daquele mesmo ano.

A chegada de Aguilar atende a um pedido do técnico Jorge Sampaoli, que também tem trabalhado para modificar o estilo de jogo do Santos, com a valorização da posse de bola. Gustavo Henrique aponta que isso forma uma modificação na postura dos zagueiros, que passam a sair jogando.

"Pelo que eu já senti no primeiro jogo, eu e os zagueiros precisaremos ter coragem para propor o jogo, até para buscar os espaços. Com paciência, vamos tentar chamar o adversário para sair da pressão, furar o bloqueio e conseguir fazer o gol. Isso é o mais diferente dele. Teremos que ter personalidade em acertar o passe", afirmou.

Gustavo Henrique, aliás, foi o único jogador de linha a atuar nos 90 minutos do empate do Santos com o Corinthians, em clássico amistoso disputado no último domingo. Além dele, Sampaoli também conta com os zagueiros Luiz Felipe, Lucas Veríssimo, Fábian Noguera, Cléber Reis e Kaique Rocha como concorrentes para a posição, além de Aguilar, que deve ser oficializado como reforço em breve.

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.