Ivan Storti/ Santos
Ivan Storti/ Santos

Gustavo Henrique vê renovação encaminhada, mas quer valorização no Santos

Jogador conversa com a diretoria e diz dar preferência para o clube que o revelou

Redação, Estadão Conteúdo

31 de julho de 2019 | 12h12

No mesmo dia em que ficou livre para assinar pré-contrato com outro clube, Gustavo Henrique concedeu entrevista coletiva no CT Rei Pelé. Questionado nesta quarta-feira sobre a demorada negociação para renovar o seu vínculo com o Santos, que se encerrará em seis meses, o zagueiro garantiu ter gratidão pelo clube, mas também destacou que só vai assinar um novo acordo se receber a valorização esperada. Mas indicou que as conversas estariam "encaminhadas".

"Vim aqui para explicar, às vezes saem matérias que não condizem com a verdade. A gente vem conversando há dois meses. Tenho carinho muito grande pelo Santos. Saíram matérias sobre direitos econômicos e sobre os 45% do meu empresário e quem sugeriu de comprar foi o presidente. Isso não me impede de renovar. Demora um pouco mais, cada parte vê o que é melhor. Procuro ser mais valorizado aqui e as conversas estão bem encaminhadas", disse.

Revelado pelas categorias de base do Santos, Gustavo Henrique completou 200 jogos entre os profissionais no último domingo, na vitória por 3 a 1 sobre o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro, e também já conquistou três títulos estaduais pelo clube. Essa trajetória, segundo o zagueiro, pode influenciar na decisão de permanecer na Vila Belmiro em 2020. Mas usou o profissionalismo para avisar que não descarta a possibilidade de se transferir a outro time do futebol brasileiro caso as negociações não avancem.

Para Entender

Podcast: ouça os boletins de Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo

Confira notícias da temporada 2019 dos quatro principais times do Estado

"Eu tenho carinho muito grande pelo Santos. É o clube que me formou, me abriu as portas. Fico feliz pelo interesse de outros times, isso mostra o nosso ano. Surgiram outras coisas, mas meu foco é no Santos. Se jogaria em outro time no Brasil? Eu sou profissional, tenho de pensar no que é melhor para a família, mas a prioridade sempre será o Santos", afirmou.

Zagueiro mais utilizado por Jorge Sampaoli em 2019 - 33 jogos -, Gustavo Henrique pode ter a sequência no time afetada por esse imbróglio, pois o presidente José Carlos Peres declarou que o defensor corre o risco de ser barrado caso não seja fechado um acordo para renovação do contrato. Ao comentar essa possibilidade, Gustavo Henrique exibiu incômodo, mas preferiu não polemizar com o dirigente.

"Ele é o presidente, sabe o que vai ser bom para o clube. Sou apenas mais um jogador que está passando pelo clube. Eu não me comparo com essa história, clube é enorme. Sou apenas mais jogador um que procura espaço e que sempre vai dar melhor. Meu foco é conquistar o Brasileirão", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.