Gutemberg Veronez renuncia à presidência e abre uma crise política no Vila Nova

O clube tem até 30 dias para convocar novas eleições

Estadão Conteúdo

10 Outubro 2016 | 18h45

A semana começou movimentada nos lados do Vila Nova, em Goiânia. Nesta segunda-feira, o presidente Gutemberg Veronez entregou uma carta ao Conselho Deliberativo renunciando ao cargo. O clube tem até 30 dias para convocar novas eleições e escolher rapidamente o substituto de forma interina.

Através de uma carta aberta aos torcedores, Gutemberg Veronez não citou nomes, mas disparou contra outros membros da diretoria. Ele disse que a decisão foi tomada depois de ter sido exposto a todo tipo de calúnia e difamação infundadas sem nenhum tipo de prova.

Eleito em dezembro de 2014, Gutemberg Veronez conquistou o título da segunda divisão do Campeonato Goiano e da Série C do Campeonato Brasileiro, ambos no ano passado. Faltando oito rodadas para o fim da Série B, o Vila Nova está na 12.ª colocação, com 40 pontos. Tem um jogo a menos e ainda sonha com o acesso à elite nacional.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Goiânia Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.