Guto Ferreira cobra definição sobre Bruno Silva na Ponte Preta

A situação do volante Bruno Silva na Ponte Preta precisa de "um ultimato". Já demonstrando impaciência com a novela que se arrasta há vários dias, o técnico Guto Ferreira exigiu, nesta quinta-feira, uma definição do jogador e do empresário Carlinhos Sabiá, que tem declarado o desejo do jogador em voltar à Chapecoense, onde atuou em 2014 pelo Brasileirão.

Estadão Conteúdo

23 de abril de 2015 | 21h04

Mesmo evitando polêmica, o treinador revelou que tem "administrado" a situação de Bruno Silva desde janeiro. "Ele já veio e me disse que queria sair. Depois, disse que mudou de ideia. Às vezes, a situação se estende demais e, aí, chega a hora de um basta, para sim ou para não", avisou Guto, que quer o volante focado 100% enquanto estiver na Ponte.

Por enquanto, o técnico garante estar planejando o elenco com a hipótese de permanência do volante. "Mas se a diretoria entender que é melhor a saída, vamos trabalhar com esta situação também. Temos que botar o pé no chão e buscar repor o mais rápido possível", explicou.

Bruno Silva não é o único jogador assediado no time de Campinas. O volante Fernando Bob recebe sondagens do Santos, enquanto o atacante Rildo interessa ao Sport. O lateral-direito Rodinei também teve o nome citado no Corinthians, que não confirma o interesse.

APRESENTAÇÕES - Dois jogadores foram apresentados nesta quinta-feira. O lateral-esquerdo Gilson, emprestado pelo Cruzeiro, e o atacante Diego Oliveira, ex-Linense, já iniciaram os treinos com o restante do elenco. Outros nomes que interessam são o volante Marcos Serrato, do Paraná, e o atacante Felipe Azevedo, do Sport, que viria só após o término do Campeonato Pernambucano, que está nas semifinais.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaBruno Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.