Divulgação/Internacional
Divulgação/Internacional

Guto Ferreira pede paciência à torcida no Beira-Rio contra o Criciúma

Equipes se enfrenam neste sábado, pela Série B do Brasileiro

Estadão Conteúdo

07 de julho de 2017 | 16h22

O técnico Guto Ferreira pediu nesta sexta-feira aos torcedores do Internacional que tenham paciência com a equipe na partida deste sábado, às 16h30, no Beira-Rio, diante do Criciúma, pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time colorado vem de derrota em casa na competição - para o Boa - e atualmente está fora do grupo de quatro clubes que figuram na zona de acesso à elite na próxima temporada.

"Paciência. Não tem como. Tentar dentro do nosso contexto de jogo buscar os espaços com jogo mais passado, de toques, mas de infiltração, de jogadas de um contra um. Vocês (jornalistas) assistiram à semana toda (de treinos). Tivemos bastantes exercícios de um contra um para romper linhas, para ter penetrações. Só esses exercícios são suficientes? Não, mas vão trazer confiança. Se chega uma situação de que fez bem no treinamento, tem confiança de arriscar. Futebol é um jogo e todo jogo vence quem arrisca. Temos que correr riscos ofensivos sem dar muita opção de riscos defensivos. Essa é a busca", projetou o treinador, em entrevista coletiva.

Em campanha irregular na Série B, o Internacional ocupa somente a quinta colocação na tabela, cinco pontos atrás do líder Guarani (22 a 17) e a dois de distância do Vila Nova (19), que está em quarto e fecha o G4 do torneio. Mas o treinador Guto Ferreira, contratado no início de junho para substituir Antônio Carlos Zago, negou que esteja pressionado a vencer para se manter no cargo.

"Sinceramente não estou preocupado com ter que vencer para dar sequência. Eu preciso vencer porque quero estar com uma situação de tabela melhor. Não é isso que me pressiona. Eu gosto de desafio, sim. O que me desafia não é arriscar meu cargo. É a condição de realizar o meu trabalho. É o que me motiva para buscar o melhor. Não me sinto nessa pressão. Me sinto pressionado em fazer meu trabalho acontecer", garantiu Guto.

Nesta sexta, o treino da equipe colorada foi realizado no estádio Beira-Rio, na capital gaúcha. As atividades foram fechadas à imprensa. Entretanto, os trabalhos comandados por Guto Ferreira ao longo da semana no hotel utilizado como retiro do time em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, indicaram os prováveis titulares que deverão iniciar a partida diante dos catarinenses.

O time deverá ter a vota dos volantes Edenilson (com a documentação de empréstimo regularizada na CBF) e Felipe Gutiérrez (retornou da seleção chilena), do lateral-esquerdo Uendel (cumpriu suspensão), do zagueiro Victor Cuesta e as presenças de Nico López e William Pottker no ataque. Ainda há uma dúvida na lateral direita - Cláudio Winck e Fabinho são as opções de Guto Ferreira para o setor.

Desta forma, o Inter poderá entrar em campo com a seguinte escalação: Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Fabinho), Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Felipe Gutiérrez e D'Alessandro; Nico López e William Pottker.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.