Reuters
Reuters

Guus Hiddink vai ser o novo treinador da Holanda depois da Copa

Além de anunciar o treinador até a Euro, a federação escolheu Danny Blind para assumir a equipe no Mundial de 2018

O Estado de S. Paulo

28 de março de 2014 | 08h51

AMSTERDAM - Após a Copa do Mundo de 2014, a seleção holandesa vai começar as Eliminatórias da Eurocopa da França de técnico novo. Nesta sexta-feira, a Associação de Futebol dos Países Baixos anunciou a contratação de Guus Hiddink, que deve assumir a equipe laranja no dia 1º de agosto e assinou acordo com validade de até o torneio, que vai ocorrer em 2016.

Além do técnico de 67 anos, a federação anunciou que seus auxiliares na seleção vão ser os ex-jogadores Danny Blind e Ruud Van Nistelrooy. No comunicado, Hiddink demonstra felicidade e confiança com sua nova equipe. "Sinto-me honrado de voltar como treinador da equipe holandesa. Com Blind e Van Nistelrooy, temos uma equipe sólida com uma grande quantidade de conhecimento de futebol e experiência. Desta forma, temos uma visão de futebol para a equipe a longo prazo", afirmou.

Diretor de futebol da seleção, Bert van Oostveen, acredita no projeto do novo comandante. "Com Hiddink temos um treinador holandês em casa com uma riqueza de experiência e sucesso internacional. Nos clubes onde trabalhou, ele já provou a sua capacidade como técnico", disse o mandatário.

A surpresa no comunicado foi o anúncio do treinador que vai comandar a Holanda depois da Eurocopa. Auxiliar técnico da seleção desde 2012, Danny Blind segue no cargo foi o escolhido para estar à frente da equipe laranja até a Copa do Mundo de 2018. Aos 52 anos, o ex-zagueiro do Ajax deve vir ao Brasil neste ano, junto com a delegação holandesa, para disputar o Mundial de 2014, ainda sob o comando de Louis Van Gaal. 

Van Oostveen também falou sobre a escolha dos auxiliares. Para ele, Blind e Van Nistelrooy devem seguir a nova safra de técnicos holandeses que vem surgindo nos últimos anos. "Também estamos muito satisfeitos com a equipe técnica. Nos próximos dois anos, eles têm chance de crescer e temos muita fé neles. Ruud se encaixa na série dos contemporâneos de Frank de Boer, Patrick Kluivert e Phillip Cocu", comentou o diretor sobre a estreia do ex-atacante do Manchester United e Real Madrid na equipe técnica.

Essa não é a primeira vez que Guus Hiddink assume a Holanda. O técnico de 67 anos já comandou a seleção laranja entre os anos de 1994 e 1998. Além disso, o treinador já comandou a Coreia do Sul e a Austrália nos Mundiais de 2002 e 2006, respectivamente. Com passagens por times como PSV, Real Madrid e Valencia, seu último trabalho foi no Anzhi Makhachkala, da Rússia, até junho de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.