Gyan comemora recorde africano de gols em Mundiais

O atacante ganês igualou a marca do camaronês Roger Milla, com cinco gols marcados em Copas do Mundo

Paulo Favero - enviado especial a Fortaleza, O Estado de S. Paulo

21 de junho de 2014 | 19h54

Se do lado alemão Klose comemorava a marca de 15 gols em Copas do Mundo, igualando o recorde de Ronaldo, em Gana o atacante Gyan também tinha motivos para festejar. Com o gol marcado na partida deste sábado, ele chegou a cinco em Mundiais e alcançou o recorde africano do camaronês Roger Milla. "Estou muito feliz, agora sou uma lenda", disse.

O jogador é o homem de área de Gana e espera que possa marcar mais vezes na competição. Sua seleção ainda vai encarar Portugal, na última rodada da fase de grupos, mas ele sonha com a classificação para continuar fazendo história. "Nossas chances vão depender do que acontecer entre Portugal e Estados Unidos, que jogam neste domingo", explicou.

Com apenas um ponto, Gana torce para que os Estados Unidos não vençam, pois aí as suas chances serão maiores. Os jogadores sabem que fizeram uma grande partida contra a Alemanha. "Ficamos bem perto da vitória. A torcida brasileira nos empurrou e isso foi muito bacana", continuou Gyan.

Para a próxima partida, o técnico Appiah não poderá contar com o volante Muntari, que tomou o segundo cartão amarelo e cumprirá suspensão automática diante de Portugal. "É triste ver o quanto lutamos e não ganhar, mas a vida é assim. Mas fomos nós que nos colocamos nesta situação. Só espero que tenhamos a vitória na próxima partida", concluiu Muntari.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.