Gyan encerra vínculo com Sunderland e seguirá no Al Ain

Astro da seleção de Gana, o atacante Asamoah Gyan encerrou o seu vínculo com o Sunderland para fechar um acordo em definitivo com o Al Ain. O clube dos Emirados Árabes Unidos informou que o jogador irá permanecer no time depois de ter sido contratado por empréstimo em setembro do ano passado.

AE-AP, Agência Estado

06 de julho de 2012 | 09h33

Já a equipe da Inglaterra, que figura na primeira divisão do futebol do país e terminou o último Campeonato Inglês na 13.ª posição, não forneceu maiores detalhes sobre a transferência do atleta de 26 anos.

Gyan disputou 37 partidas e fez 11 gols pelo Sunderland depois de ter sido contratado logo após a Copa do Mundo de 2010, na qual Gana chegou às quartas de final e foi eliminada nos pênaltis pelo Uruguai.

Hoje atuando no futebol árabe, o atacante resolveu também parar de defender, por tempo indeterminado, a seleção de Gana depois de ter perdido um pênalti na semifinal da última Copa Africana de Nações, em fevereiro passado. Na ocasião, o erro acabou sendo determinante para a surpreendente eliminação diante de Zâmbia, que ganhou o duelo por 1 a 0.

E o pênalti perdido acabou sendo a segunda grande decepção consecutiva amargada por Gyan na seleção ganesa, pois ele também desperdiçou uma penalidade no final do segundo tempo da prorrogação do duelo diante do Uruguai, no Mundial da África do Sul. Em seguida, seu país foi eliminado da competição justamente na disputa por pênaltis.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSunderlandAsamoah GyanAl Ain

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.