Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Há cinco meses sem pausa, Palmeiras encara Ceará de olho na minutagem do elenco

Equipe alviverde planeja até substituições para manter qualidade em jogo do Brasileirão, mas sem exagerar no desgaste

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2021 | 05h00

O futebol se tornou quase uma ciência exata para o Palmeiras nesta temporada. Há cinco meses sem ter uma semana de folga e com uma sequência intensa de compromissos, a equipe enfrenta o Ceará, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, preocupado em já substituir no segundo tempo alguns atletas potencialmente mais desgastados e não perder ninguém para a final da Copa Libertadores, daqui seis dias.

A comissão técnica tem utilizado planilhas com o tempo em campo de cada um dos jogadores para decidir quando um atleta mais desgastado terá de sair e dar lugar a outro. As substituições planejadas antes mesmo do começo da partida são uma forma de evitar lesões e também de fazer com que todos os jogadores possam estar nas mesmas condições para a decisão contra o Santos.

Por isso, no Castelão quem deve ganhar chance são jogadores que acabaram de se recuperar de lesão e que precisam retomar a forma ideal. Nos últimos dias os trabalhos na Academia de Futebol foram em ritmo forte para recuperar principalmente três atletas. O zagueiro Gustavo Gómez se curou de uma lesão na virilha esquerda e voltou a treinar com bola na sexta-feira. O meia Patrick de Paula e o atacante Gabriel Veron se lesionaram semanas atrás diante do Sport, estão liberados e são outros nomes que podem ganhar chance.

"Tem sido um trabalho tremendo de gerir não só o resultado, mas também o tempo de jogo dos atletas", disse o treinador. "Temos vários lesionados, fruto da intensidade e dos jogos constantes que temos. Isso me obriga a pensar no tempo de jogo e nas substituições. Não há outra forma, com um plantel tão reduzido", completou.

O jogo no Castelão é a penúltima chance para o Palmeiras conseguir recuperar os jogadores antes da grande final contra o Santos. O time ainda tem compromisso diante do Vasco, na terça-feira, mas o foco contra a equipe carioca deverá ser em escalar os reservas. Por isso, contra o Ceará a proposta será de optar por quem precisa de mais tempo dentro de campo para atingir o ápice da condição física.

FICHA TÉCNICA

CEARÁ X PALMEIRAS

CEARÁ: Richard; Samuel Xavier, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Fernando Sobral, Lima e Vina; Léo Chú e Cléber. Técnico: Guto Ferreira.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Kuscevic e Viña; Danilo, Zé Rafael, Lucas Lima e Gustavo Scarpa; Willian e Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira.

Juiz: Bráulio Machado (SC)

Local: Castelão

Horário: 16h 

Na TV: Globo e TNT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.