Vipcomm
Vipcomm

Sem time, Joel Santana se filia ao PSB e deve ser candidato no Rio

Desempregado há um ano, técnico aceita convite de Romário

Estadão Conteúdo

20 de outubro de 2015 | 15h24

Depois de Romário e Bebeto, agora é a vez do técnico Joel Santana tentar a carreira política no Rio de Janeiro. O treinador, que está sem clube desde o fim do ano passado, aceitou o convite do ''Baixinho'', hoje senador, e anunciou que vai se filiar ao PSB-RJ. A ideia é disputar uma vaga na Câmara Municipal do Rio nas eleições do ano que vem.

"O PSB-RJ tem uma nova proposta para o Estado. Por isso precisamos de novos nomes na política, pessoas que realmente queiram fazer a diferença, que queiram lutar por um Rio de Janeiro melhor, com mais igualdade e inclusão", afirmou o senador Romário.

Joel, que tem uma carreira de mais de 30 anos como treinador de futebol, com mais de 15 passagens pelos quatro grandes clubes do Rio, está sem clube desde levou o Vasco de volta À Série A do Brasileirão no ano passado. Ao fim da temporada, ele não renovou contrato e, desde então, está desempregado.

No fim do mês passado, a presidente Dilma Rousseff sancionou uma mini-reforma política que, entre outras coisas, determinou que, para ser candidato, um político precisa estar filiado àquele partido político há seis meses. Até as últimas eleições, esse prazo era de um ano. Por isso, quem se filiar até o início de abril pode ser candidato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.