Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Há um mês internado, Luis Álvaro agradece santistas

Internado, dirigente do Santos agradece apoio enquanto se trata de problema no pulmão; Odílio Soares continua como presidente interino

AE, Agência Estado

29 de março de 2013 | 12h05

O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, publicou carta nesta sexta-feira no site do clube revelando seus problemas de saúde e agradecendo o apoio da torcida santista e também de rivais. Ele revelou que está internado há um mês no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e ainda não deixou a ala de terapia semi-intensiva.

"Foram dez dias na UTI e outros vinte que completo amanhã (sábado) na ala semi-intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein. No dia 28 de fevereiro, internei-me para uma biópsia no pulmão. Meu quadro exigiu, no dia seguinte, a realização de um cateterismo cardíaco com desobstrução da artéria coronária, o que foi realizado com amplo sucesso pela equipe do cardiologista Mauricio Wajngarten, do pneumologista Hélio Romaldini e respectivas equipes", escreveu Laor, como é chamado.

O dirigente afirmou que seu quadro clínico tem evoluído nesses quase 30 dias internado, mas que ainda não poderá voltar ao comando do Santos. O clube segue sendo gerido pelo vice, Odílio Rodrigues. "Remédios, fisioterapia e descanso fazem parte do meu dia-a-dia, que não deve estar exposto a atividades e assuntos estressantes. Assim que deixar o hospital, o que deve acontecer em breve, entro em campo para a segunda fase do tratamento, que prevê algumas semanas de licença e descanso em minha casa, ainda obrigatoriamente longe da rotina do clube"

Em texto em que fez questão de mostrar seu carinho pelo Santos e relembrar sua relação com o clube e com a doença, Luis Álvaro também agradeceu o carinho de todos aqueles que "dedicaram parte de seu tempo desejando-me uma boa recuperação". "Os santistas são a maioria, mas também recebi votos de torcedores dos outros times, o que só confirma minha convicção de que futebol serve para unir, não para separar", escreveu ele.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.