Thaier Al-Sudani/Reuters
Thaier Al-Sudani/Reuters

Haller está com tumor maligno no testículo e desfalca Borussia 'por vários meses'

Atacante de 28 anos vai passar por quimioterapia e clube segue otimista quanto ao seu retorno

Redação, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2022 | 16h07

Recém-contratado para substituir o astro Erling Haaland, que foi para o Manchester City, o atacante Sebastien Haller vai ficar fora do Borussia Dortmund por um período indeterminado após ser detectado um tumor maligno no testículo. A informação foi confirmada pelo clube alemão neste sábado.

"Sebastien Haller está lutando contra um tumor testicular maligno e ficará afastado por vários meses", informou o Borussia Dortmund, que dará toda a assistência pela recuperação de seu novo centroavante.

Haller chegou a passar por uma cirurgia na semana passada após o tumor ser encontrado no começo dos treinos da pré-temporada. Ele terá que passar agora por sessões de quimioterapia. "Sebastien vai receber agora o melhor tratamento possível. As chances de recuperação são boas", disse o diretor esportivo do Borussia, Sebastian Kehl, em um comunicado.

Natural da Costa do Marfim, Haller, de 28 anos, chegou ao time alemão por 33 milhões de euros (segundo a mídia europeia) e com um contrato de quatro anos depois de brilhar na última temporada pelo Ajax. O atacante marcou 34 gols, sendo 11 na Liga dos Campeões.

O Borussia estreia no Campeonato Alemão no dia 6 de agosto, em casa, contra o Bayer Leverkusen. Os novos companheiros vêm transmitindo mensagens de força ao goleador e nos amistosos sempre exibem a camisa 9 com seu nome às costas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.