Matthias Balk/ AFP
Matthias Balk/ AFP

Hansi Flick anuncia saída do comando do Bayern de Munique ao término da temporada

Treinador do clube bávaro é um dos cotados para assumir posto de Joachim Löw na seleção alemã

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2021 | 17h24

O técnico Hans-Dieter Flick anunciou sua saída do comando técnico do Bayern de Munique ao término da atual temporada. Campeão da última edição da Liga dos Campeões, treinador de 56 anos busca levar equipe bávara a mais um título do Campeonato Alemão para coroar sua curta, mas vencedora passagem pelo clube. 

"Hoje disse à equipe o que disse ao clube durante a semana seguinte ao jogo em Paris, que gostaria de rescindir o meu contrato no fim da temporada. Isso é um fato. Eu sabia que hoje seria um jogo muito difícil para nós. Era muito importante para mim que a equipe soubesse disso por mim, porque já existe uma coisa ou outra no ar", afirmou Flick à Sky Sports.

Apesar das conquistas do Mundial de Clubes e Supercopas da Alemanha e da Uefa, a temporada não tem sido tão feliz para o Bayern. Na última semana, foi eliminado pelo Paris Saint-Germain da Liga dos Campeões e ainda em janeiro acabou caindo nos pênaltis na Copa da Alemanha para o pequeno Holstein Kiel, que disputa a segunda divisão do futebol local. No Campeonato Alemão, a vitória deste sábado sobre o Wolfsburg, por 3 a 2, deixou os bávaros com sete pontos de vantagem para o vice-líder RB Leipzig, restando cinco jogos para o fim da temporada. Nas última semanas, também foram relatados problemas de relacionamento entre o treinador e o diretor de futebol Hasan Salihamidžić.

Na temporada 2019-2020, sobraram títulos nas prateleiras do time de Munique. Hansi Flick comandou a equipe nos títulos da Liga dos Campeões, Campeonato Alemão e Copa da Alemanha. O primeiro trabalho do treinador em uma equipe relevante do futebol alemão foi no Hoffenheim, depois seguiu como auxiliar técnico do Red Bull Salzburg e da seleção alemã, entre 2006 e 2014, trabalhando ao lado de Joachim Löw na conquista da Copa do Mundo de 2014.

Löw deixará a seleção após a Eurocopa. Seu cargo ficará vago, e um dos principais pretendentes é Hans-Dieter Flick. Seu nome tem sido especulado há alguns meses e agora, com o anúncio de sua saída do Bayern, ganha ainda mais força. A grande missão da Alemanha é chegar à Copa de 2022, no Catar, e apagar a má impressão deixada no último Mundial, quando foi eliminada ainda na primeira fase.

"O futuro não é nada claro. Obviamente, a seleção alemã é uma opção que todo treinador deve considerar. Mas agora tenho que digerir tudo primeiro. As últimas semanas também não foram fáceis. É por isso que o processo de contar ao clube e à equipe foi extremamente importante para mim hoje", finalizou Hansi Flick sobre a possibilidade de ser o próximo treinador da Alemanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.