Harlei diz que Goiás será ofensivo na Argentina

'Teremos a mesma postura de sempre, muito forte, jogando para buscar a vitória', garantiu o goleiro

AE, Agência Estado

07 de dezembro de 2010 | 14h49

O goleiro Harlei prometeu nesta terça-feira que o Goiás não vai sentir a pressão de jogar contra um estádio lotado, quarta-feira, na Argentina, pela decisão da Copa Sul-Americana, com o Independiente. Apesar de ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, a equipe goiana garante que não atuará retrancada, de acordo com o seu capitão.

Veja também:

linkTécnico do Goiás minimiza pressão antes de final

"Passamos por grandes decisões para chegar aqui, com estádios cheios, quase sempre revertendo situações adversas. Teremos a mesma postura de sempre, muito forte, jogando para buscar a vitória. Sabemos que temos uma vantagem, mas se apostarmos nisso corremos um sério risco. Assim, atacando, podemos até surpreendê-los", afirmou, em entrevista ao SporTV.

Harlei avaliou que o Goiás conseguiu se adaptar bem aos confrontos em sistemas eliminatórios e, por isso, está perto da conquista da Sul-Americana, depois de ter caído para a Série B do Campeonato Brasileiro. "Tentamos escapar do rebaixamento sem deixar de ser competitivo na Sul-Americana. Infelizmente o Campeonato Brasileiro foi ruim para nós. Mas o Goiás parece ter se adaptado bem ao sistema de mata-mata", disse.

Principal surpresa da Copa Sul-Americana, o Goiás eliminou Grêmio, Peñarol, Avaí e Palmeiras até chegar na final. Com a vitória por 2 a 0 em Goiânia no jogo de ida, a equipe pode até perder o segundo jogo por um gol de diferença para faturar o seu primeiro título continental.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaGoiásHarlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.