Reprodução
Reprodução

Fifa lança 'Hayya Hayya', primeira música oficial da Copa do Mundo do Catar; assista ao clipe

Gravada pelos cantores Trinidad Cardona, Davido e Aisha, a faixa simboliza a 'construção de pontes no mundo'

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2022 | 10h40

A Fifa lançou nesta sexta-feira a primeira música oficial da Copa do Mundo do Catar. Trata-se de 'Hayya Hayya (Better Together)'. A divulgação da faixa coincide com o sorteio dos grupos do Mundial, que acontece a partir das 13h (horário de Brasília), em Doha. O grande desafio dos organizadores é fazer com que a canção pegue entre os torcedores e vire, de fato, um hit, como já aconteceu em versões anteriores. 

A canção tem forte influência de reggae e R&B, e ela foi gravada pelo cantor americano Trinidad Cardona, a estrela nigeriana de afrobeat Davido, e a sensação pop catariana Aisha. Segundo Kay Madati, diretor da divisão comercial da Copa do Mundo do Catar, a gravação simboliza a capacidade do futebol de "construir pontes no mundo".

"Ao reunir vozes das Américas, África e Oriente Médio, essa música simboliza como a música e o futebol podem unir o mundo. Como parte da estratégia musical renovada da Fifa, a trilha sonora com várias músicas aproximará os fãs apaixonados do espírito da Copa do Mundo da Fifa como nunca antes", disse. 

Além de 'Hayya Hayya (Better Together)', outras músicas serão divulgadas ao longo dos próximos meses, à medida que se aproxima da data de estreia do Mundial. Diferentemente das outras edições, o torneio acontece no fim do ano, entre 21 de novembro e 18 de dezembro. O Brasil é o único país do mundo a participar de todas as Copas, desde 1930. Tem cinco conquistas, a última em 2002.

Esta é a primeira vez que a trilha sonora da Copa é composta por mais de uma faixa. A faixa também faz parte do Fifa Sound, projeto iniciado em 2021 que busca impactar diferentes partes do mundo através da música. 

Veja o clipe de  'Hayya Hayya (Better Together)'

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.