Jack Guez/AFP
Jack Guez/AFP

Hazard destaca experiência da seleção da Bélgica: 'Jogadores estão no auge'

Classificada em primeiro lugar no Grupo H, equipe europeia enfrenta o Japão nas oitavas

Estadão Conteúdo

01 Julho 2018 | 12h06

O atacante Eden Hazard acredita que o momento vivido pelos jogadores da seleção belga é o melhor possível para disputar a Copa do Mundo da Rússia. Classificada em primeiro lugar no Grupo H, a Bélgica vai enfrentar o Japão nas oitavas de final do torneio, às 15 horas (de Brasília) desta segunda-feira, em Rostov.

+ Mertens elogia Japão e minimiza favoritismo belga: 'Podemos voltar para casa'

+ Técnico da Bélgica comemora recuperação de Lukaku: 'Está em boa forma'

"A maioria dos jogadores está no auge de suas carreiras. Temos muita experiência e ela pode fazer a diferença em momentos importantes como esse de oitavas de Mundial", afirmou o atleta do Chelsea em coletiva de imprensa concedida neste domingo, em Rostov.

O atacante já tem no currículo uma participação em Copa do Mundo e uma em Eurocopa, em ambas eliminado com a Bélgica nas quartas de final. "Sou um jogador muito melhor do que eu era em 2014 e em 2016. A experiência pode fazer a diferença na fase eliminatória. Essa é a hora de brilhar. Devemos dar tudo que é possível", disse Hazard.

 

O belga elogiou o rival de oitavas de final. "O Japão está nessa fase da Copa, então tem um bom time. É uma equipe com jogadores experientes e que atuam em grandes competições europeias. Vamos encarar essa partida com muita seriedade, nosso objetivo é chegar às quartas de final", afirmou.

Invicta e com 100% de aproveitamento na primeira fase, a Bélgica abriu sua campanha derrotando o Panamá por 3 a 0, no dia 18, em Sochi, depois goleou a Tunísia por 5 a 2, em Moscou, no dia 23, e finalmente bateu a Inglaterra por 1 a 0, na última quinta-feira, em Kaliningrado, para assegurar a ponta do Grupo H da competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.