Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Hellmann cita outros erros da arbitragem ao minimizar pênalti irregular do Inter

Colorado assumiu a segunda colocação do Brasileiro ao bater o Vitória em casa

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2018 | 21h58

O técnico Odair Hellmann procurou mudar o foco ao comentar o erro da arbitragem que acabou sendo decisivo para que o Inter derrotasse o Vitória por 2 a 1, neste domingo, no Beira-Rio, e assumisse a vice-liderança do Brasileirão. O juiz Sávio Pereira Sampaio marcou pênalti a favor da equipe da casa em um lance no qual a bola acertou o braço de Lucas Fernandes quando o jogador do time baiano estava fora da área.

Ao falar da jogada, que resultou no gol marcado por D'Alessandro que assegurou o triunfo, o treinador citou outros equívocos da arbitragem para minimizar a penalidade irregular. Ele, inclusive, apontou um gol que foi anulado erradamente e foi marcado pelo Inter neste mesmo duelo contra o Vitória.

"Temos que buscar soluções. Só apontamos o dedo. Pode ter errado contra nós e a favor. O Camilo não estava impedido (no gol de Nico López). Contra o Palmeiras, sofremos duas situações", disse o comandante, que em seguida apontou que, caso estas marcações erradas no duelo diante do time paulista não tivessem ocorrido, hoje o Inter teria 56 pontos e a equipe alviverde, 50.

Ao falar mais especificamente do erro do juiz nesta penalidade inexistente que favoreceu o time colorado neste domingo, Hellmann foi além ao lembrar que o uso da arbitragem de vídeo neste Brasileirão chegou a ser votado, mas não contou com a aprovação da maioria dos clubes para que fosse implementada na competição.

"Teve equipes que não votaram a favor do VAR, que, neste lance (do pênalti), poderia ajudar. Só reclamar fica muito fácil. Vamos juntos trabalhar em prol da situação para ajudar os caras (árbitros)", reforçou o treinador.

A penalidade foi cobrada por D'Alessandro aos 40 minutos do segundo tempo e a marcação errada do juiz causou uma grande confusão com os jogadores do Vitória, revoltados com Sávio Pereira Sampaio. E o triunfo em casa fez o Inter continuar forte como um dos principais candidatos ao título nacional. O próximo jogo do time pela competição será na sexta-feira, contra o Sport, às 19 horas, na Ilha do Retiro, em Recife.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.