Ricardo Duarte / S.C. Internacional
Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Hellmann destaca vitória com 'boa performance' do Inter na volta à elite

Treinador também valoriza repetição da forma de jogar do time em duas partidas seguidas

Estadão Conteúdo

16 Abril 2018 | 10h46

O técnico Odair Hellmann destacou que, além da vitória por 2 a 0 sobre o Bahia, os jogadores do Internacional tiveram uma boa atuação na estreia do Campeonato Brasileiro. O treinador agora espera que o elenco mantenha esse ritmo.

+ Antes de anúncio oficial, Pottker já celebra reencontro com Lucca no Inter

+ Pela Copa do Brasil, Internacional ganha do Vitória com ajuda do goleiro Caíque

"Fizemos um bom jogo coletiva e individualmente. Quando o jogador sente que as coisas estão acontecendo dentro do que foi treinado, vai se sentindo confiante e fluindo seu jogo. Cada jogo é uma história, o do Vitória (pela Copa do Brasil) foi um aspecto. O do Bahia, outro. O mais importante foi o coletivo. Tivemos uma vitória com placar e performance, que é o mais importante" afirmou.

O Internacional vem de duas vitórias consecutivas contra equipes de Salvador, em casa. Na última quarta-feira derrotou o Vitória por 2 a 1, no Beira-Rio, no jogo de ida pela quarta fase da Copa do Brasil - a volta está marcada para quinta-feira, no estádio do Barradão.

E no domingo bateu o Bahia por 2 a 0, com dois gols de Nico López, no duelo que marcou o retorno do Internacional à Série A do Campeonato Brasileiro. Hellmann destacou que nos dois jogos a equipe atuou da mesma maneira, esperando mais a equipe adversária e apostando nos contra-ataques. Mas isso não significa que será um padrão da equipe para o restante da temporada.

"A gente está preparado para jogar aqui ou em todos os estádios. Se tiver que subir marcação e ser mais agressivo, a gente vai fazer. Leva um período para que um time se construa dessa forma, que consiga jogar em qualquer lugar com essa postura. A gente tem trabalhado isso desde o início do ano", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.