Hélton nega ida para o Corinthians

O goleiro Hélton, que esteve sumido por quatro dias, enfim apareceu nesta terça-feira em São Januário para conversar com o diretor Paulo Reis, encerrando, assim, os rumores de uma possível transferência para o Corinthians que, segundo seu procurador, Antônio Galante, nunca existiu. "Essa história de que ele iria para o Corinthians é um absurdo", disse Galante.Problemas particulares foram o motivo para o desaparecimento de Hélton. Galante afirmou que o jogador entrou em contato com o supervisor do Vasco, Isaias Tinoco, para explicar que não tinha condições psicológicas para ir à excursão ao México. Mas disse ter ocorrido "um ruído de comunicação" no telefonema do jogador ao supervisor, dando início a todo esse mistério em relação ao sumiço do goleiro.O procurador negou que exista a hipótese de o goleiro entrar na Justiça do Trabalho para obter o passe livre. "O Hélton tem contrato até 2002 e vai cumpri-lo." Hélton está com vários meses de seu salário atrasado mas o procurador do jogador diz acreditar na diretoria vascaína. "Ele está, realmente, com os salários atrasados, mas temos que confiar na palavra do Vasco." O time do Vasco joga nesta quarta-feira com o Tigres, no México, onde realiza uma excursão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.