AFP/MIGUEL RIOPA
AFP/MIGUEL RIOPA

Helton pega pênalti aos 51 do 2º tempo e classifica o Porto

Equipe do brasileiro estava pressionada pela demissão do treinador

Estadão Conteúdo

13 de janeiro de 2016 | 20h45

Em crise após demitir o técnico espanhol Julen Lopetegui, o Porto proporcionou momentos de emoção à sua torcida nesta quarta-feira. Jogando na própria Cidade do Porto, mas na casa do rival Boavista, o Porto só se classificou para a semifinal da Taça de Portugal porque o goleiro brasileiro Helton pegou um pênalti aos 51 minutos do segundo tempo.

Porto e Boavista já haviam se enfrentado no domingo no Estádio do Bessa Século XXI, com vitória do Porto por 5 a 0, pelo Campeonato Português. Nesta quarta-feira, o confronto era em jogo único, com possibilidade de prorrogação e pênaltis.

Brahimi, um dos destaques da Argélia na Copa do Mundo de 2014, fez o gol do Porto no jogo, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o Boavista atacou e só parou na violência do Porto, que levou cinco amarelos e um vermelho.

Aos 50 do segundo tempo, Martins Indi, da seleção holandesa, derrubou o jovem brasileiro Douglas Abner na área. O garoto de 19 anos, que havia acabado de entrar, pegou a bola e foi para a cobrança. Mas bateu mal, no canto direito baixo, e parou no veterano, que está com 37 anos.

Na próxima fase, o Porto pega o Rio Ave, enquanto o Braga joga contra o Gil Vicente. No Português, o Sporting lidera com 44 pontos, contra 40 de Porto e Benfica. A equipe alviverde não é campeã desde a temporada 2001/2002. De 1982 para cá, só ganhou duas vezes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.