Washington Alves / Cruzeiro
Washington Alves / Cruzeiro

Henrique celebra chegada de reforços ao Cruzeiro e promete time forte na estreia

Mesmo com pré-temporada curta, capitão do time garante que estarão jogadores estarão aptos daqui a duas semanas

Estadão Conteúdo

04 Janeiro 2018 | 12h18

Campeão da Copa do Brasil em 2017, o Cruzeiro foi um dos clubes que mais se movimentou no mercado nas últimas semanas, tanto que acertou a chegada de seis reforços para a temporada. A situação contrasta com o atraso salariais para os jogadores, situação que foi minimizada pelo volante Henrique em entrevista coletiva. Além disso, ele celebrou as chegadas de Egídio, Fred, Edílson, Marcelo Hermes, Bruno Silva e David.

+ Mano elogia reforços em apresentação e diz que Cruzeiro vai atender expectativas

+ Fábio projeta Cruzeiro forte em 2018 e celebra ano 'surpreendente'

"Muito bom, os reforços serão muito importantes e qualificam ainda mais o elenco. O nosso grupo já era vencedor e hoje você ainda ganha reforços como esses, com bagagem, competentes, com prestígio e respeito no futebol e isso irá nos ajudar a galgar atrás dos nossos objetivos. Esperamos contar com todos durante a temporada, assim estaremos mais fortes para buscar os nossos objetivos", declarou o capitão do time.

Após se reapresentar na última quarta-feira, o elenco do Cruzeiro voltou a trabalhar na manhã desta quinta na Toca da Raposa II, onde os jogadores fizeram testes físicos. Com pouco tempo de preparação, o time vai entrar em campo em 17 de janeiro, quando vai encarar o Tupi, no Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro. E Henrique assegurou que o time poderá ter uma boa atuação.

"Será um ano atípico, com a Copa do Mundo no meio do ano, então teremos um calendário mais apertado, mas vamos nos preparar da melhor forma possível, com muita dedicação, claro que com o tempo mais curto. A estreia será daqui duas semanas e tenho certeza que estaremos aptos", finalizou.

Mais conteúdo sobre:
futebol Cruzeiro Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.