Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

Henrique evita fazer contas para Corinthians fugir do rebaixamento

Zagueiro disse que o elenco precisa encarar o duelo com o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 21h45, como se fosse uma final

João Prata, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2018 | 11h00

O zagueiro Henrique evitou fazer projeções para o Corinthians se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na opinião do jogador, o momento é de o time encarar cada uma das cinco partidas que faltam como se fossem finais, a começar pelo jogo contra o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Mineirão, pela 34ª rodada da competição.

"Pensamos jogo a jogo. A gente vem fazendo boas partidas, mas às vezes os resultados não estão dependendo da gente", disse fazendo referência a arbitragem que tem prejudicado o time na competição. "Vamos encarar o Cruzeiro como se fosse o último jogo", complementou.

O Corinthians é o atual 13º colocado, com 40 pontos, a três de distância da zona de rebaixamento.  Para se afastar das últimas colocações, o time terá que conquistar a primeira vitória fora de casa sob o comando de Jair Ventura. Henrique disse não saber o motivo de a equipe enfrentar esse jejum longe de seus domínios. 

"Tentamos fazer o melhor dentro e fora. Sabemos do nosso potencial, mas às vezes as coisas não acontecem como a gente quer. Temos de pensar nos jogos que faltam", opinou o defensor corintiano.

Em todo o Brasileirão, o Corinthians só venceu o Paraná (4 a 0) e o Vasco (4 a 1) na casa do adversário. Por fim, o zagueiro respondeu se o empate com o Cruzeiro no Mineirão seria um mau resultado. "Queremos somar pontos, mas vamos para lá com o objetivo de buscar a vitória. Respeitamos o Cruzeiro, mas diante do momento pensamos e precisamos da vitória."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.