Henrique exalta 'chance única' para reservas do Cruzeiro

O técnico Marcelo Oliveira deve poupar boa parte dos titulares do Cruzeiro no duelo diante do América-MG, domingo, pelo Campeonato Mineiro. Chance para aqueles jogadores que buscam espaço na equipe mostrarem seu futebol. Entre eles, o volante Henrique, que ressaltou a importância da partida.

AE, Agência Estado

07 de fevereiro de 2014 | 12h36

"Para quem não está jogando é uma final de campeonato. O esforço é maior ainda e a concentração é dobrada porque a chance é única. A gente encara como grande responsabilidade", declarou o jogador.

Mesmo entusiasmado com a oportunidade, Henrique sabe que a falta de entrosamento com tantos reservas pode atrapalhar. "Acho que entrosamento, ritmo de jogo. Os que mais sentem são os que não estão jogando, entrosamento, ritmo, e isso faz grande diferença. São os fatores que mais pegam nessas partidas."

Com o Cruzeiro na liderança do Mineiro, com sete pontos, e o América-MG em décimo, com apenas dois, a tendência é que os comandados de Marcelo Oliveira vençam no domingo, mas Henrique prefere ter cautela. "Sempre entro em campo focado, determinado para o meu objetivo. Para fazer o que sei, independente de quem vai jogar. Sou o profissional, tenho que respeitar o adversário do outro lado, porque eles têm qualidade, um trabalho a fazer."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroHenrique

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.