Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Henrique pede para Arrascaeta treinar no Cruzeiro até definir futuro

Meia uruguaio está na mira do Flamengo e tem faltado aos treinos do time mineiro

Redação, Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2019 | 19h45

Capitão do Cruzeiro, Henrique também comentou neste sábado sobre o imbróglio envolvendo Arrascaeta. O volante concedeu entrevista coletiva na Toca da Raposa II e assegurou que não teve contato nos últimos dias com o meia uruguaio, que está na mira do Flamengo. Mas defendeu que ele se apresente e participe dos treinamentos da pré-temporada enquanto o seu futuro não é definido.

"Não sei se ele está incomunicável. Nesse momento, não fica muito em comunicação. Minha opinião é essa: treinaria e deixava as coisas acontecerem", afirmou o volante, que espera ver a situação de Arrascaeta ser resolvida nos próximos dias. "A diretoria vai resolver da melhor forma", acrescentou.

Neste sábado, Arrascaeta faltou pelo terceiro dia consecutivo aos trabalhos da pré-temporada do Cruzeiro. O uruguaio interessa ao Flamengo, sendo que nos últimos dias o jogador uruguaio, em manifestações nas redes sociais, e Itair Machado, vice-presidente de futebol do clube mineiro, trocaram farpas e acusações.

Com a situação de Arrascaeta indefinida, o elenco do Cruzeiro iniciou neste sábado um período de concentração na pré-temporada. Isso só chegará ao fim no dia 19, quando o time estreará no Campeonato Mineiro contra o Gurarani, em Divinópolis.

"A base familiar é muito importante. O tempo que mais passamos juntos são nas férias de dezembro. Ficamos com os filhos, a esposa, os pais, que às vezes estão longe. E aqui é a família que convivo todo dia. Família de trabalho, de união, de amizade. Trocamos ideias e aqui no Cruzeiro a convivência é muito importante e fundamental. Acaba virando família, porque você troca sentimentos de base de família, caráter, dedicação", afirmou Henrique.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.