Glyn Kirk/AFP
Glyn Kirk/AFP

Henry e Alan Shearer são os primeiros indicados ao Hall da Fama do futebol inglês

Ex-atacantes de Arsenal e Newcastle ganham espaço no prêmio recém-lançado para homenagear craques do passado

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2021 | 11h57

Os ex-atacantes Alan Shearer e Thierry Henry se tornaram nesta segunda-feira os primeiros jogadores indicados a integrar o Hall da Fama da Premier League, a liga que organiza o Campeonato Inglês. Como jogadores, eles brilharam com as camisas do Newcastle e do Arsenal, respectivamente.

Campeão mundial pela seleção da França em 1998, Henry também brilhou com a camisa do Arsenal, pelo qual marcou 175 gols em 258 partidas nos início dos anos 2000. Foi bicampeão inglês, nas temporadas 2001/02 e 2003/04. O francês também foi bicampeão da Copa da Inglaterra e da Supercopa da Inglaterra.

"Ser indicado ao lado do Alan Shearer, como os dois primeiros do Hall da Fama, é mais do que especial", celebrou Henry, maior destaque do time do Arsenal campeão inglês de forma invicta em 2004. "Quando eu era jovem, eu só queria ter um par de chuteiras e agora estamos falando sobre Hall da Fama."

Shearer, por sua vez, é o maior artilheiro da história do Inglês no formato estabelecido pela Premier League, em 1992. Ele anotou 260 gols em 14 temporadas, por Newcastle e Blackburn Rovers, pelo qual foi campeão inglês na temporada 1994 e 1995. É o único jogador a ter marcado ao menos 100 gols por dois times diferentes na competição.

"Quando você olha para tantos jogadores inacreditáveis que ganharam o Inglês, me sinto muito honrado ao ser indicado ao Hall da Fama. Tudo o que sempre quis foi ser jogador de futebol profissional. Era meu sonho alcançar isso, vencer campeonatos e marcar gols no St James' Park (estádio do Newcastle), vestir a camisa número nove. Curti cada minuto disso."

Recém-lançado, o Hall da Fama da Premier League foi criado para "celebrar o talento e as conquistas" dos jogadores que brilharam na competição desde sua criação neste formato. Os jogadores que poderão entrar no Hall precisam estar aposentados desde 1º de agosto de 2020.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.