Nuno Veiga/Efe
Nuno Veiga/Efe

Henry se reunirá com Sarkozy para debater crise da seleção francesa

Atacante pediu o encontro, que deve ocorrer nesta quarta-feira, com o presidente francês

AE, Agência Estado

23 de junho de 2010 | 09h52

PARIS - O palácio presidencial da França disse nesta quarta-feira que Thierry Henry vai se encontrar com o presidente Nicolas Sarkozy para discutir a decepcionante campanha da equipe na Copa do Mundo da África do Sul, na qual foi eliminada com um empate e duas derrotas no Grupo A.

Veja também:

linkImprensa francesa faz duras críticas à seleção do país

linkFifa não deve punir Domenech por ignorar Parreira

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador | 

O porta-voz Franck Louvrier disse que o maior artilheiro da seleção francesa e ex-capitão pediu pessoalmente para se reunir com Sarkozy e revelou que o encontro acontecerá na quinta-feira. Durante a Copa, Henry foi reserva da equipe dirigida por Raymond Domenech.

Eliminada na terça-feira sem vencer um jogo, a França enfrentou outros problemas no Mundial, como a dispensa do atacante Nicolas Anelka após insultar o técnico Raymond Domenech. Em seguida, como protesto pela saída do companheiro, os jogadores se recusaram a treinar.

Luc Chatel, porta-voz do governo, disse que Sarkozy também terá uma reunião de trabalho com ministros nesta quarta-feira onde vai discutir uma reforma no futebol francês.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.