Heriberto quer a Portuguesa no ataque

Manter o padrão ofensivo apresentado na goleada por 4 a 1 sobre o Avaí. Esse é o desafio da Portuguesa para o jogo de sexta-feira, diante do CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió. "A equipe precisa atuar da mesma maneira que entrou contra o Avaí, buscando a vitória", disse o técnico Heriberto da Cunha. "Se conseguirmos os três pontos nessa partida, praticamente eliminamos um dos concorrentes direto à classificação." Heriberto aprovou o time na vitória sobre os catarinenses, mas acredita que o desempenho ainda pode melhorar. "A vitória trouxe uma nova motivação, mas ainda sinto que os jogadores estão um pouco tensos", disse. "Eles não podem confundir garra com vontade excessiva. É preciso buscar os resultados, mas com equilíbrio." Segundo o treinador, uma das virtudes da equipe foi ter melhorado o posicionamento e o toque de bola. "A equipe me impressionou pela disciplina em campo e por ter tocado a bola com rapidez. Temos trabalhado muito esses fundamentos." Em sua conversa com o grupo, Heriberto faz uma curiosa comparação do futebol com o jogo de damas. "Se você posiciona bem as peças, dificulta muito as ações do adversário. Por isso, quem tiver mais coragem e visão de jogo, vence." O atacante Müller, com dores nas costas, foi poupado do treino de hoje. Ele será reavaliado quinta-feira pelos médicos do clube. Se for vetado, será substutído por André Luís, que treinou entre os titulares. O zagueiro Evaldo, em lugar de William, suspenso, e o volante Bruno, na vaga de Ricardo Lopes, contundido, têm presenças garantidas no jogo de Maceió.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.