Heriberto quer Lusa corajosa no Recife

A situação da Portuguesa na Série B é dramática, mas o técnico Heriberto da Cunha não altera seus planos e manterá o padrão de jogo da equipe para enfrentar o Sport, sábado, na Ilha do Retiro. ?Precisamos ter equilíbrio", resumiu Heriberto. ?Quando tivermos a posse de bola, temos de ser corajosos. Quando perdermos a bola, precisamos marcar com competência." Para obter a vaga na segunda fase da competição, o time do Canindé tem de vencer e ainda torcer por resultados negativos do Paulista, contra o União São João, em Araras, e do Náutico, diante do Botafogo, em Niterói. ?Temos de fazer nossa parte. Se os resultados forem favoráveis, mas não vencermos, a frustração será muito maior." A única coisa que o treinador cobra da equipe é atitude. No último jogo, contra o América-MG, a Portuguesa perdia por 1 a 0 e só virou o jogo, no segundo tempo, depois de uma bronca no vestiário. ?O Sport será o nosso jogo mais difícil. Mas quem tiver mais vibração em campo, sairá com a vitória", analisa Heriberto, que conhece bem o adversário, pois enfrentou o rival diversas vezes quando dirigia o Náutico. ?O jogo será difícil para eles também, pois precisam do resultado. Se perderem, podem ser desclassificados." O volante Ricardo Lopes, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído por Bruno. Nem e Danilo disputam uma posição no meio-campo. A equipe faz um treino coletivo nesta quinta-feira à tarde, no Canindé, e nesta sexta-feira viaja para o Recife.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.