Alexandre Vidal/Divulgação
Alexandre Vidal/Divulgação

Hernane faz três gols, Flamengo vence e avança na Copa do Brasil

Vitória tranquila por 3 a 0 sobre o Remo garante a classificação dos cariocas à segunda fase

LEONARDO MAIA, Agência Estado

18 de abril de 2013 | 00h18

VOLTA REDONDA - Hernane tem suas óbvias limitações. Requinte não é com ele. Mas ninguém pode questionar que é nota 10 em eficiência. Na noite desta quarta-feira, em Volta Redonda, o centroavante precisou de apenas três toques na bola para fazer três gols e conduzir o Flamengo a uma tranquila vitória por 3 a 0 sobre o Remo, que garantiu a classificação da equipe à segunda fase da Copa do Brasil.

Alvo de críticas e muitas suspeitas sobre se é o homem capaz de conduzir o time rubro-negro em campeonatos mais acirrados, Hernane tem realizado a função que lhe cabe: empurrar a bola para as redes e completar as jogadas de seus companheiros que efetivamente sabem produzir lances de efeito. São 10 gols no Campeonato Carioca, artilheiro isolado, e os três desta quarta na Copa do Brasil. Boa marca para um atacante sem prestígio e que joga em uma equipe que passa por transformações.

Classificado para a segunda fase da competição, na qual vai enfrentar o Campinense (PB), o Flamengo começa a apresentar um panorama mais animador para seu torcedor, depois de um início ruim sob o comando de Jorginho. Antes do Remo, derrotou o rival Fluminense por 3 a 1, em boa exibição.

"Fiquei um tempo sem fazer gols e hoje (quarta) fiz três, para acabar essa fase. O dia a dia, o trabalho, os gols estão mostrando que posso ser titular do Flamengo", comentou Hernane. "Mas o time vai ter outros campeonatos difíceis e sei que precisamos de mais um atacante."

Com trocas rápidas de passe e muita movimentação no meio de campo, principalmente dos garotos Rafinha e Gabriel, o Flamengo fez boa apresentação no primeiro tempo, apesar de tais virtudes não terem se traduzido em muitas chances claras de gol. Os paraenses só assustaram em cobrança de falta de Zé Antônio, fruto de uma pressão sobre a saída de bola rubro-negra. Val Barreto também obrigou Felipe a uma boa defesa, mas o Flamengo já vencia.

Rafinha quase abriu o marcador aos 30, mas cinco minutos depois fez outra boa jogada e desta vez escolheu servir Hernane. O centroavante cumpriu o seu papel e mandou para as redes. No início da segunda etapa, o confronto se resolveu. Gabriel fez ótima jogada individual, passou por três e o cruzamento encontrou Hernane. Na sua característica, um toque na bola e gol.

Os cariocas passaram a poupar fôlego e os paraenses perderam o ímpeto. Mesmo assim, os flamenguistas ameaçavam e chegaram ao terceiro gol sem forçar. Luiz Antônio chutou forte, Fabiano espalmou e Hernane, um toque na bola, guardou. A partir daí o confronto se tornou um treino de luxo, com a equipe de Jorginho desperdiçando outras três oportunidades de construir uma goleada mais sonora.

Ainda mais depois da expulsão exagerada de Nata, aos 36 minutos. Mas a vitória satisfez os poucos torcedores que estiveram presentes em Volta Redonda, a ponto de apresentarem o bom humor habitual com o grito: "Ão, ão, ão, Hernane é seleção". Pelo menos por uma noite.

FLAMENGO 3 x 0 REMO

FLAMENGO - Felipe; Leonardo Moura, González, Renato Santos e Ramon (João Paulo); Amaral (Luiz Antônio), Elias e Renato (Rodolfo); Rafinha, Gabriel e Hernane.

Técnico - Jorginho.

REMO - Fabiano; Zé Antônio, Carlinho Rech (Clebson) e Henrique; Walber, Nata, Jhonnatan, Thiago Galhardo e Alex Ruan; Leandro Cearense (Fabio Paulista) e Val Barreto.

Técnico - Flávio Oliveira.

GOLS - Hernane, aos 36 minutos do primeiro tempo. Hernane, aos 4 e aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

CARTÃO AMARELO - Carlinho Rech, Nata (Remo).

CARTÃO VERMELHO - Nata.

RENDA - não disponível.

PÚBLICO - 2.578 pagantes.

LOCAL - Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilFlamengoRemo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.