Di Marco/EFE
Di Marco/EFE

Hernanes é expulso e Juventus goleia Lazio pelo Italiano

Com gols de Vidal, Tevez e Vucinic, bicampeã italiana bate rival por por 4 a 1

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2013 | 18h05

TURIM - Na reedição da decisão da última Supercopa da Itália, a Juventus voltou a golear a Lazio e mostrou porque é a atual bicampeã italiana. Se havia feito 4 a 0 no último confronto entre as equipes, o time de Turim venceu desta vez por 4 a 1, em casa, pela segunda rodada do Campeonato Italiano. Vidal, com dois gols, foi o principal destaque da partida. No segundo tempo, Hernanes foi expulso e dificultou a tarefa para os romanos.

O resultado fez a Juventus chegar a seis pontos, com duas vitórias em dois jogos, ao lado do Napoli, que também venceu neste sábado. Na próxima rodada, a equipe fará um clássico com a Inter de Milão, fora de casa, no dia 15. Já a Lazio sofreu sua primeira derrota na competição, está no meio da tabela, com três pontos, e agora se prepara para enfrentar o Chievo, em casa, também no dia 15.

Vidal começou o show da Juventus neste sábado com dois gols antes dos 30 minutos. Aos 15, ele recebeu lançamento perfeito de Pogba e marcou o primeiro. Aos 27, novo lançamento, desta vez de Bonucci, para o chileno, que dominou e tirou do goleiro com categoria.

A Lazio esboçou uma reação no minuto seguinte com Klose, que marcou após rebote de Buffon em chute de Hernanes, mas logo no início do segundo tempo a Juventus voltou a abrir dois gols de vantagem. Bonucci deu outro lançamento preciso, desta vez para Vucinic, que tocou com categoria para marcar.

Aos 17 minutos, a tarefa da Lazio ficou quase impossível, quando Hernanes tentou enganar o árbitro, colocou a mão na bola na tentativa de marcar um gol e acabou expulso. Ainda havia tempo para que Carlitos Tevez marcasse o seu, aos 34 minutos. Ele recebeu na meia-lua, deu lindo drible em Cana e tocou com categoria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.