Rodolfo Buhrer/Reuters
Rodolfo Buhrer/Reuters

Hernanes reclama de 'amadorismo' da CBF após sair indignado por expulsão em jogo do Sport

Meia critica entidade nas redes um dia após levar segundo amarelo após reclamar da arbitragem no empate sem gols do time pernambucano com o Athletico-PR

Redação, Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2021 | 15h32

Pelo segundo jogo seguido no Brasileirão, o Sport teve um de seus jogadores experientes expulso. Primeiro foi Thiago Neves, diante da Chapecoense, e agora Hernanes é quem levou o vermelho, aos 21 minutos do segundo tempo na visita ao Athletico-PR. Sempre calmo, o meia ficou descontrolado com a punição, quis partir para briga e, nesta segunda-feira, reclamou do "amadorismo" da CBF pelas redes sociais.

Hernanes já tinha cartão amarelo quando reclamou da arbitragem de Denis da Silva Ribeiro Serafim na Arena da Baixada e acabou expulso ao receber nova punição. Ele ficou bravo e teve de ser contido pelos companheiros para não partir para cima do árbitro. Saiu de campo esbravejando e descontente.

Não foi o primeiro momento de fúria do jogador em campo, em Curitiba. 12 minutos antes da expulsão, Hernanes já havia passado ao lado do árbitro pulando, balançando a camisa e reclamando. Foi advertido para ficar mais calmo, mas não cumpriu a recomendação do árbitro.

O Sport conseguiu segurar o empate sem gols e, nesta segunda-feira, o meia não poupou críticas. "Querida CBF com todo respeito e bom senso que uma pessoa de bem pode ter! Quero fazer uma pergunta: até quando nós jogadores PROFISSIONAIS, seremos desrespeitados pelo AMADORISMO no futebol?", escreveu, em crítica direta à arbitragem.

O desabafo foi além. "Só pode ser porque apesar de ser a instituição máxima do futebol, vocês não tenham ideia dos sacrifícios enormes que nós jogadores temos que fazer pra se tornar um jogador PROFISSIONAL e representar em primeiro lugar nossa honra, nossa família, a instituição, milhares de torcedores e amantes desse esporte mágico que é o futebol", concluiu o jogador de 36 anos.

Hernanes não encara o Internacional na próxima segunda-feira, na Ilha do Retiro, na abertura do segundo turno do Brasileirão, e ainda pode perder outros jogos caso vá a julgamento na CBF pelo destempero em campo e também pelas críticas nas redes sociais, o que pode dar mais prejuízo ao time pernambucano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.