Giampiero Sposito/Reuters
Giampiero Sposito/Reuters

Hernanes vai de herói a vilão em empate no clássico entre Roma e Lazio

Brasileiro abre o placar, perde pênalti e comete falta que decretou o 1 a 1

Agência Estado,

08 de abril de 2013 | 17h48

ROMA - O clássico romano entre Lazio e Roma, no Estádio Olímpico, só terminou empatado em 1 a 1 graças ao brasileiro Hernanes. Nesta segunda-feira, ele fez um golaço para abrir o placar, desperdiçou um pênalti e logo em seguida cometeu outro, convertido por Totti. O resultado não foi bom para nenhum dos dois times.

Ambos precisavam desesperadamente vencer. A Lazio porque lutava ainda por uma vaga na Liga dos Campeões, no quinto lugar, com 51 pontos, mas ainda a sete do Milan. Perdeu, assim, a chance de encostar. Já a Roma está em sétimo, com 48, a três de entrar na zona de classificação para a Liga Europa.

Hernanes, um dos cinco brasileiros em campo (Marquinho, Marquinhos e Leandro Castán começaram pela Roma, Dodô entrou depois), abriu o placar aos 16 minutos num belíssimo gol de fora da área, bem ao seu estilo. Fez que chutaria de direita, cortou, e bateu de esquerda, no ângulo.

Ele poderia ter ampliado no comecinho do segundo tempo, quando Marquinho colocou a mão na bola dentro da área. Mas o brasileiro chutou o pênalti para fora. Pouco depois, aos 12 minutos, derrubou Pjanic na área. Totti não desperdiçou e deixou tudo igual.

Com os dois times pressionando, quem ficou mais perto do gol foi a Roma. O time do técnico Aurélio Andreazzoli perdeu chance clara com Lamela, que cabeceou a centímetros do gol e conseguiu a façanha de mandar por cima do travessão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.