Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Herói corintiano, Avelar diz que não se abateu com críticas: 'Cabeça tranquila'

Lateral marca o único gol logo no início do duelo contra o Palmeiras e é elogiado por Fábio Carille

Gonçalo Júnior, Estadão Conteúdo

02 de fevereiro de 2019 | 21h38

O gol da vitória no clássico diante do Corinthians pode marcar um recomeço para Danilo Avelar. Contratado por empréstimo junto ao Torino, da Itália, até a metade desta temporada, o lateral-esquerdo era bastante contestado pela torcida. No final do ano passado, ele chegou a perder a posição de titular para Carlos Augusto, que está com a seleção brasileira sub-20 na disputa do Sul-Americano da categoria, por escolha do então treinador Jair Ventura.

Com a atuação segura, o jogador de 29 anos afirma que não se abateu com as críticas. "Tenho a cabeça tranquila, com pessoas que me apoiam. Sei que no futebol o jogador vive de momento, não é a primeira vez que acontece isso comigo. Agradeço muito à comissão e aos companheiros, temos uma equipe muito boa, o ambiente é muito claro e limpo no CT. Essas coisas de fora não interferem. Estou fazendo meu trabalho. Se eu fosse tão ruim quanto falavam, não teria jogado nenhum jogo", afirmou o defensor.

Danilo Avelar reconhece que tinha conhecimento das críticas. "Óbvio que a notícia quando não é boa, por mais que você fuja, ela passa na sua frente. Não fui moleque de fugir da realidade. Para sair de uma situação complicada, que eu não considero tão ruim quanto falavam, é enfrentar. Tem que erguer a cabeça, abrir o peito, porque para aplaudirem tem que fazer melhor. Acredito que a solução é trabalhar para ganhar confiança", disse.

Depois de ser herói do clássico, Danilo Avelar virou alvo de memes na internet com a hashtag "Nunca critiquei". Até o perfil oficial do Corinthians reproduziu a brincadeira ao lado da hashtag "preto e branco é a cor da vitória".

Danilo Avelar, assim como o restante do elenco, terá um dia de descanso neste domingo. A reapresentação será nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava, em São Paulo. O próximo jogo será na quinta, às 21 horas, contra o Ferroviário, do Ceará, no estádio do Café, em Londrina (PR), pela primeira fase da Copa do Brasil.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.