Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

Herói da classificação do Vasco, Martín Silva pede melhora e comemora vaga

Clube cruzmaltino leva goleada por 4 a 0 para o Jorge Wilstermann e goleiro salva equipe nos pênaltis

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2018 | 09h26

O Vasco escapou de um grande vexame na fase preliminar da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira graças ao goleiro Martín Silva. Ele foi o responsável pela classificação da equipe carioca para a fase de grupos após a partida contra o Jorge Wilstermann ser decidida nos pênaltis.

+ Vasco é goleado, mas Martín Silva brilha nos pênaltis e garante classificação

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

O time cruzmaltino venceu a primeira partida por 4 a 0 na semana passada, no Rio de Janeiro, e foi derrotada pelo mesmo placar no jogo de volta, em Sucre, na Bolívia. Nas cobranças alternadas, brilhou a estrela do goleiro uruguaio, que defendeu três pênaltis e garantiu a passagem para a fase de grupos.

Se já havia se tornado a referência do time após as saídas de Nenê e Luís Fabiano, Martín ganha ainda mais status de ídolo com a torcida após a grande atuação desta quarta. Ele, no entanto, foi crítico com a equipe que quase foi eliminada na Bolívia.

"Sofremos demais, estamos muito bravos com nós mesmos. Três gols no início era tudo que não podia, até do jeito que aconteceu, era o jeito deles. Mas nós classificamos. O objetivo é sempre passar", afirmou o goleiro após a partida.

Mesmo incomodado com a fraca partida vascaína em Sucre, o goleiro comemorou o resultado e enalteceu o desempenho da equipe nas partidas anteriores. "(Agora) É corrigir muita coisa, mas estamos fazendo um campeonato muito bom. Voltamos ao Brasil com a classificação", afirmou.

O Vasco entrará no Grupo 5 da Libertadores, ao lado de Cruzeiro, Racing-ARG e Universidad de Chile. A primeira partida na fase de grupos será no dia 13 de março, contra a equipe chilena, no estádio de São Januário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.