Érico Leonan/Divulgação
Érico Leonan/Divulgação

Herói, Denis diz que São Paulo tem de trabalhar: 'Não podemos dar mais desculpas'

Goleiro afirma que time precisa somar o 'máximo de pontos agora'

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2016 | 00h03

O goleiro Denis salvou o São Paulo no fim da partida contra o Sport, nesta quarta-feira, evitando a derrota no Recife com boas defesas, e espera que o time encontre logo o rumo para não ficar se preocupando mais com a possibilidade de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. "Temos de focar e precisamos somar o máximo de pontos agora. Não podemos dar mais desculpas, temos de trabalhar", avisou.

Ele foi fundamental ao salvar um chute de Apodi nos últimos minutos. Mas preferiu dividir os méritos com seus companheiros, reconhecendo ainda que o time caiu de produção na etapa final. "A gente fez um primeiro tempo bom e acho que nos primeiros 35 minutos podíamos ter matado o jogo. Mas pelo que fizemos no segundo tempo, o empate foi justo", comentou.

A situação não está boa para o time, que está com 36 pontos, a cinco da zona de rebaixamento. Como algumas equipes que estão atrás do São Paulo, como Figueirense e Internacional, ainda vão jogar na rodada, o time evita comemorar o ponto conquistado fora de casa e já pensa no próximo confronto, contra o Santos, no próximo dia 13, no estádio do Pacaembu, na capital paulista.

Para o volante Hudson, o time cometeu os mesmos erros de outros duelos: cair de rendimento após o intervalo. "Essa é uma dificuldade que a gente vem tendo em alguns jogos. No intervalo o Ricardo Gomes frisou isso. Temos feito bons jogos no primeiro tempo e caindo no segundo. Aqui teve o calor e o cansaço. Alguns jogadores não vinham atuando, como o Michel Bastos e o Carlinhos, e isso também influencia".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.