Herói do Atlético, Victor exalta título 'sofrido'

Além do pênalti defendido diante do Olimpia, goleiro também foi decisivo diante de Tijuana e Newell's Old Boys

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 01h21

BELO HORIZONTE - Um dos heróis do título atleticano, o goleiro Victor exaltou as vitórias "sofridas" do Atlético rumo ao inédito troféu da

Victor voltou a salvar o time nesta quarta, no Mineirão, ao defender um pênalti nas cobranças que desempataram o confronto com o Olimpia. O Atlético venceu o segundo jogo da decisão por 2 a 0 no tempo normal, empatou sem gols na prorrogação, e venceu nas penalidades por 4 a 3.

"A emoção é indescritível. Pelo trabalho que desenvolvemos, trabalho sério, profissional, quando as coisas são assim, brigamos por títulos e fomos coroados por tudo isso", comemorou. "Pela qualidade e confiança que o Cuca e o [presidente] Alexandre Kalil tiveram em nós. Temos que comemorar e soltar esse grito de campeão".

O goleiro já havia se destacado nas cobranças de pênaltis contra o Newell''s Old Boys, na semifinal. E defendera outra penalidade salvadora ainda no tempo normal do duelo das quartas de final contra o Tijuana.

FUTURO

Outro destaque do time, o atacante Bernard não quis falar sobre sua permanência no time mineiro após a conquista desta quarta. A imprensa europeia dá como certa sua transferência para o Arsenal, da Inglaterra.

"Só vou começar a pensar nisso amanhã (quinta). O importante é que consegui cumprir o que havia prometido para mim mesmo: conquistar um título importante com o Atlético", disse o jogador, que permaneceu em campo mesmo com cãibras nas duas pernas. "Eu não podia sair. O Cuca já tinha feito as três alterações e nós perderíamos a vantagem de um jogador a mais. Eu levei até onde deu".

Para o jogador premiado como revelação do Campeonato Brasileiro do ano passado, o título também teve o sabor de uma volta por cima. "Esse é grupo é merecedor. Por dois anos, nós lutamos contra o rebaixamento. O ano de 2012 foi maravilhoso e começamos a subir. Agora é comemorar uma conquista que vai ficar na história do clube".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.