Herói do futebol alemão morre aos 74 anos

O ex-jogador Helmut Rahn, autor do gol que deu a vitória por 3 a 2 da Alemanha sobre a Hungria na final da Copa de 1954, em Berna, morreu na noite desta quarta-feiradois dias antes de completar 74 anos. Rahn morreu em Essen ?após uma longa e penosa enfermidade?, segundo informou a Federação Alemã de Futebol em uma nota oficial, sem entrar em detalhes.Rahn integrava a galeria dos chamados ?Heróis de Berna? - jogadores que participaram daquela histórica final. A Hungria - então a grande favorita ao título - abriu 2 a 0 no placar. Os alemães começaram a reação com gol de Max Morlock, mas coube a Helmut Rahn a maior façanha. Ele empatou a partida e, em seguida, fez o gol da virada, que acabou dando o primeiro título mundial ao país. A vitória devolveu o orgulho ao povo alemão, ainda muito abalado pelo desfecho da II Guerra Mundial.?Rahn contribuiu de forma decisiva com um dos maiores êxitos da história do futebol alemão?, lamentou o ?kaiser? Franz Beckenbauer, campeão do mundo como jogador em 1974 e como treinador em 90.Helmut Rahn disputou 40 partidas pela seleção alemã, nas quais marcou 21 gols. Com sua equipe, o Essen, ganhou uma Copa da DFB, em 1953, e levou um título de campeão alemão, em 1955. Rahn terminou sua carreira em 1965, em conseqüência de uma lesão no joelho. Ele nasceu no dia 16 de agosto de 1929, em Essen.Agora, restam apenas três "heróis" vivos daquela final: Horst Eckel, Ottmar Walter e Hans Schaefer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.