Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Herói do São Paulo, Luiz Araújo acha que não vai conseguir dormir após dois gols

Jovem atacante é decisivo na vitória sobre o Santos

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2017 | 00h10

O atacante Luiz Araújo foi o herói da vitória do São Paulo sobre o Santos na Vila Belmiro, nesta quarta-feira. O jogador entrou no segundo tempo, quando o time empatava por 1 a 1, fez dois gols e garantiu o fim de um tabu dos visitantes no estádio que vinha desde 2009. "Confesso que vai ser meio difícil dormir. Vou chegar em casa e comemorar com minha mãe e minha família", disse.

Pela segunda vez na temporada, o São Paulo começou atrás no marcador e soube reagir e virar o duelo. Já tinha sido assim no domingo contra a Ponte Preta e nesta quarta-feira, em Santos, fez a mesma coisa. "Isso é fruto da maturidade da equipe, que toma gol e não se abate. O Rogério tem muito a ver com isso, pois passa tranquilidade dentro de campo."

Aos 20 anos, Luiz Araújo vive um bom momento no São Paulo. Subiu das categorias de base no ano passado, mas não conseguiu se firmar no time e oscilou bastante. Só que desde a chegada de Ceni no comando da equipe, ele ganhou confiança e pode ser considerado titular do time, apesar do treinador alternar as formações.

"Acho que mudou muito de um ano para outro. O primeiro ano foi de aprendizado, foi quando subi da base. Esse ano está sendo para ganhar confiança do Rogério e sempre que entrar quero ajudar o São Paulo a sair vitorioso", concluiu o rapaz, que chegou a receber uma proposta milionária do Lille, da França, mas permaneceu no clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.