Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

Herói, Jefferson vê merecimento em vaga do Botafogo

Goleiro defendeu duas penalidades máximas contra o Figueirense

AE, Agência Estado

25 de julho de 2013 | 09h01

FLORIANÓPOLIS - Jefferson foi o grande responsável pela classificação do Botafogo às oitavas de final da Copa do Brasil, ocorrida na última quarta-feira. Depois de derrota para o Figueirense por 1 a 0 no tempo normal, no Orlando Scarpelli, o goleiro pegou dois pênaltis e garantiu a vitória por 5 a 4, que manteve a equipe na competição. Para ele, o resultado fez justiça ao que as equipes apresentaram em campo.

"Seria injustiça se não vencêssemos, pressionamos do início ao fim. O grupo está de parabéns, todo mundo", declarou em meio à comemoração. "Quase não trabalhei nada no jogo. A equipe jogou muito nos 90 minutos, e nos pênaltis, graças a deus, consegui ajudar", completou.

Jefferson contou que o intenso frio da capital catarinense o atrapalhou na disputa por pênaltis e que em algumas cobranças chegou a tocar na bola, mas não conseguiu defendê-la. "Estava tão frio que não estou nem sentindo minha mão direito. As bolas estavam batendo e entrando. Mas graças a Deus consegui pegar essa última."

Com o resultado, o Botafogo avançou às oitavas de final da Copa do Brasil, na qual ganhará a companhia das equipes que participaram da Libertadores - com exceção do São Paulo, que defenderá o título da Sul-Americana e dará lugar ao Vasco. Mas Jefferson preferiu dividir os méritos da classificação com os companheiros. "Todo mundo é herói nesse jogo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.