Herói, Luciano promete 'dar o sangue' pelo Corinthians

Atacante entra no lugar de Guerrero e marca dois gols contra o Comercial

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

27 de fevereiro de 2014 | 10h05

SÃO PAULO - O atacante Luciano, destaque do Corinthians na vitória por 3 a 0 contra o Comercial, na noite desta quarta-feira, mostrou personalidade e frieza apesar de ter só 20 anos e nunca ter jogado anteriormente em um clube de grande expressão. Ele marcou os dois primeiros gols do jogo, ficou emocionado e saiu aplaudido pelos torcedores que foram ao Pacaembu. Após o jogo, ele se "apresentou" à Fiel. "Eles vão me conhecer porque tenho muita raça e se precisar dou o sangue pelo time", disse o ex-jogador do Avaí.

Luciano, que já havia aberto o placar, marcou um belo gol no segundo tempo, fintando o zagueiro e batendo no canto do goleiro do Comercial. Após o jogo, ele falou sobre o lance com naturalidade. "Entrei no jogo confiante, driblei o zagueiro, dei um chute de chapa e corri para a galera", disse. "Quando eu cheguei os jogadores me abraçaram, isso me ajudou bastante."

Ele dedicou os gols e a atuação aos seus pais, que estavam no Pacaembu, e aos amigos de Goiás - ele nasceu em Anápolis e foi revelado pelo Atlético Goianiense.

Mesmo depois dos gols contra o Comercial, o técnico Mano Menezes não garantiu Luciano como titular do Corinthians - nem após a contusão de Guerrero, que lesionou o joelho nesta quarta-feira. "É um menino ainda, ainda vai oscilar. Por enquanto, vamos aproveitar o que ele fez hoje, o momento bom", disse o treinador.

Para o jogo contra o Linense, quarta-feira, fora de casa, Mano deverá ter o retorno do atacante Emerson, que poderá jogar ao lado de Romarinho no ataque corintiano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.