Herói, Mineiro diz que é só mais um

Mineiro está agora ao lado de Raí (duas vezes), Palhinha, Toninho Cerezzo e Muller como jogador do São Paulo que fez gols em uma final de Campeonato Mundial. Fez também o primeiro gol em Mundiais de Clubes da Fifa. O Corinthians ganhou em 2000 nos pênaltis, após um 0 a 0.São dados que não mudam o estilo discretísimo de Carlos Luciano da Silva, o volante de 29 anos que chegou ao clube no início do ano, vindo do São Caetano. Ele continua falando baixo e sorrindo pouco. ?Foi um gol importante, mas poderia ter sido de qualquer um. Foi Deus que me iluminou naquele momento e saí como artilheiro?. Ele aponta o passe de Aloísio como perfeito. ?Me deixou na cara do goleiro. Tive mérito de escolher bem o campo e tocar no lugar certo, mas o Aloísio ajudou muito. O São Paulo chegou bem longe, nenhum time brasileiro foi tão longe.Brasileiro, nenhum. Mas, gigantes como Real Madrid, Milan, Boca, Peñarol e Nacional (ambos do Uruguai) já tinham os três títulos. ?Você vê como foi importante ganhar hoje?, pergunta Mineiro.Foi o sexto gol de Mineiro pelo São Paulo, em 63 jogos. ?O atacante entra em campo com a missão de fazer gols. Quando acontece, ele sabe direitinho o que fazer para comemorar. A gente, que é volante, fica um pouco perdido na comemoração, mas logo dá um jeito. Mas, comemorei pouco, o êxtase passa logo. Tinha de voltar para a marcação, que é o meu trabalho.? São poucos gols na carreira, mas Mineiro, que é muito organizado, tem todos marcados. ?Com esse, são 35 gols. Eu sei todos de cor.? E o deste domingo, sem dúvida foi o mais importante de todos.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.