Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Herói na Copa, Akinfeev fica fora de convocação da Rússia e Guilherme é chamado

Jogo será a estreia russa na Liga das Nações, novo torneio da UEFA, diante da Turquia

Estadão Conteúdo

27 Agosto 2018 | 10h48

O técnico da seleção russa, Stanislav Cherchesov, anunciou nesta segunda-feira a primeira convocação da equipe nacional após a disputa da Copa do Mundo e deu um descanso ao goleiro Igor Akinfeev, herói da boa campanha da equipe no torneio. Além disso, chamou os brasileiros naturalizados Guilherme e Mário Fernandes.

Herói da Rússia na disputa de pênaltis contra a Espanha nas oitavas de final - a equipe acabou sendo eliminada do mesmo modo nas quartas de final pela Croácia -, Akinfeev não foi convocado pelo treinador, assim como outros dez jogadores que haviam sido chamados para a Copa do Mundo.

A relação anunciada se apresentará para a estreia da equipe na Liga das Nações, competição recém-criada pela Uefa, diante da Turquia, fora de casa, em 7 de setembro. Três dias depois, a seleção russa vai fazer amistoso contra a República Checa.

Dos 11 jogadores esquecidos, três desses atletas se aposentaram do futebol internacional, enquanto Alexander Golovin, do Monaco, está lesionado. Mas surpreendeu a ausência de alguns nomes, como o atacante Fyodor Smolov e o meio-campista Alan Dzagoev.

Cherchesov também voltou a convocar estrangeiros naturalizados, caso de Mário Fernandes, um dos destaques da Rússia na Copa, e Guilherme, goleiro que estreou pela seleção em março de 2016, mas não havia sido lembrado para a lista final do Mundial, assim como os alemães Roman Neustädter e Konstantin Rausch. E o único novato da lista da Rússia é o meio-campista Dmitry Stotsky, do Krasnodar.


Confira a lista de convocados da seleção russa:

Goleiros: Guilherme (Lokomotiv Moscou), Andrey Lunyov (Zenit) e Anton Shunin (Dínamo Moscou).

Defensores: Georgy Dzhikiya e Ilya Kutepov (Spartak Moscou), Fyodor Kudryashov (Rubin Kazan), Elmir Nabiullin e Igor Smolnikov (Zenit), Roman Neustaedter (Fenerbahçe/Turquia), Konstantin Raush (Dínamo Moscou), Andrei Semyonov (Akhmat) e Mario Fernandes (CSKA Moscou).

Meio-campistas: Yuri Gazinsky e Dmitry Stotsky (Krasnodar), Roman Zobnin (Spartak Moscou), Alexander Yerokhin e Daler Kuzyazyev (Zenit), Alexei Ionov (Rostov), Ruslan Kambolov e Pavel Mogilevets (Rubin Kazan), Denis Cheryshev (Valencia/Espanha), Anton Shvets (Akhmat).

Atacantes: Artyom Dzyuba e Anton Zabolotny (Zenit) e Dmitry Poloz (Rubin Kazan).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.