Reprodução
Reprodução

'Heroico', a repercussão da imprensa após classificação do PSG

Diários da França e da Inglaterra deram destaque à grande partida

O Estado de S. Paulo

12 Março 2015 | 12h52

A imprensa francesa não poupou elogios à apresentação do Paris Saint-Germain diante do Chelsea nesta quarta-feira, quando os parisienses garantiram a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões de forma épica, empatando o jogo na prorrogação após quase 90 minutos com um jogador a menos, fora de casa. "Heroico", resumiu a capa do diário esportivo L'Équipe nesta quinta-feira.

Já o jornal Le Figaro destacou a grande atuação do zagueiro David Luiz. "O anjo guerreiro", estampa na capa de sua edição de esportes. O diário ainda dá destaque aos elogios feitos pelo presidente do Paris Saint-Germain, o magnata Nasser Al-Khelaïfi, que se deslumbrou com a garra de seus atletas na casa do adversário nesta quarta-feira.

O L'Équipe ainda fez um balanço sobre a repercussão da partida nos jornais ingleses. "Surra", "assassinato" e "lixo" foram algumas das expressões usadas para resumir a atuação dos azuis de Londres. A imprensa inglesa também destacou a agressividade da partida, a garra dos atletas do Paris Saint-Germain e o fracasso tático de José Mourinho.

Além da imprensa, alguns jogadores também expressaram suas sensações após a épica partida. Wayne Rooney, craque do Manchester United e da seleção inglesa, se disse impressionado: "Essa performance do PSG com dez jogadores foi uma das melhores que eu já vi", afirmou o atacante inglês. John Heitinga, defensor holandês que defende o Hertha Berlin, também fez questão de elogiar os jogadores da equipe francesa: "PSG versus Chelsea foi insano! Tiremos o chapéu para o PSG, que jogou mais de noventa minutos com dez homens".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.