Heróis do Santo André dividem alegria

Heróis da vitória de 2 a 1 sobre o Palmeiras e responsáveis por manter o Santo André com chances de classificação na primeira fase da Copa Libertadores, Rodrigão e Fernando compartilhavam da mesma alegria após o jogo, mas por motivos diferentes. Autor do gol da vitória, aos 42 minutos do segundo tempo, Rodrigão assumiu a artilharia do time na competição, com três gols, mesmo sendo reserva. "O Sandro é um grande atacante, como o próprio Leandrinho. Tenho é que continuar trabalhando para sempre que exigido continuar correspondendo", disse o artilheiro, sem se importar com a sua estranha situação. Ele prometer continuar comemorando da mesma forma: gesticulando um arremesso de basquete em homenagem à namorada Hortência. "Está dando certo, então vou continuar festejando desta maneira." Já Fernando, mais do que o gol, cena rara em sua carreira, comemorava a possibilidade de estar atuando em um clube de ponta aos 38 anos. O segredo, ele revelou sem problemas. "Acima de tudo a alegria de jogar e o prazer com que eu entro em campo. Mas também não estou na idade de fazer besteira e me cuido, descanso", explicou. "Acima de tudo estou muito satisfeito por ter ajudado o time a conseguir esta importante vitória", completou. Mas nem mesmo com a vitória todos os jogadores do Santo André saíram completamente satisfeitos do gramado. Para o volante Rycharlison, o árbitro não fez uma boa partida. "O Edílson (árbitro) estava de brincadeira, invertendo faltas". O técnico Sérgio Soares revelou que, independente das dificuldades, o time cumpriu o que ele havia planejado: surpreendeu o adversário. "Apesar de estar jogando em casa, todos apostavam no Palmeiras. Só pedi aos meus jogadores que buscassem a vitória e eles conseguiram." Com o resultado, o time do ABC Paulista conseguiu sua quarta vitória consecutiva, três delas pelo Paulistão. O time volta a campo pela Copa Libertadores na próxima quinta-feira, contra o Cerro Porteño, no Paraguai. Antes disso, no sábado, estréia no Brasileiro da Série B, contra o CRB, em Maceió.

Agencia Estado,

19 Abril 2005 | 22h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.