Hertha Berlin demite técnico depois de cinco jogos

O Hertha Berlin demitiu o técnico Michael Skibbe após somente cinco jogos no comando, todos derrotas do time.

BRIAN HOMEWOOD, REUTERS

12 de fevereiro de 2012 | 14h23

A gota d'água foi a derrota de 5 x 0 para o Stuttgart no sábado, com quatro gols no desastroso primeiro tempo.

Na manhã deste domingo, imagens de TV mostraram cerca de 200 torcedores caminhando pela neve até a sede do clube para protestar contra os resultados.

"Após cinco derrotas consecutivas e a surra de 5 x 0 do Stuttgart, sentimo-nos compelidos a adotar esta medida", disse Michael Preetz, diretor-geral, em uma coletiva de imprensa.

Skibbe, de 46 anos, havia substituído Markus Babbel, o técnico que levou o time de volta à primeira divisão do Campeonato Alemão na temporada anterior e foi demitido em dezembro após uma desavença pública a respeito de seu contrato.

"Estou profundamente decepcionado com o desempenho que tivemos", declarou Skibbe após o fiasco de sábado. "O primeiro tempo foi o pior que já vivi como técnico".

"Foi tão ruim que não encontro palavras para descrevê-lo".

O Hertha caiu para 15o na liga de 18 times e está só dois pontos adiante do Kaiserslautern na zona de rebaixamento. Quatro das derrotas com Skibbe foram no Campeonato Alemão e uma na Copa da Alemanha.

Skibbe, que começou sua carreira de técnico aos 22 anos após uma lesão no joelho que encerrou seus dias de jogador, é a sexta vítima da temporada entre os técnicos da liga alemã.

Ele segue Babbel, Marcus Sorg (Freiburg), Michael Oenning (Hamburg SV), Holger Stanislawski (1899 Hoffenheim) e Ralf Rangnick, que abandonou o Schalke por problemas de saúde.

Foi ainda a segunda demissão de Skibbe no Campeonato Alemão em menos de um ano, já que foi dispensado pelo Eintracht Frankfurt em março de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTALEMAOHERTHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.