Christof Stache / AFP
Christof Stache / AFP

Heynckes confirma Neuer no banco do Bayern na final da Copa da Alemanha

Do outro lado, Niko Kovac faz último jogo como treinador do Eintracht Frankfurt, antes de assumir o justamente o próximo adversário

Estadão Conteúdo

18 de maio de 2018 | 13h42

Horas depois de o Bayern de Munique anunciar Manuel Neuer entre os relacionados para a decisão da Copa da Alemanha, o técnico Jupp Heynckes confirmou na tarde desta sexta-feira que o goleiro ficará no banco da equipe. Ele será opção para o duelo diante do Eintracht Frankfurt, neste sábado, em Berlim.

+ Após perder técnico para o Bayern, Eintracht Frankfurt anuncia novo treinador

+ Bayern de Munique anuncia renovação de contrato com Robben e Rafinha até 2019

"Ele (Neuer) vai estar no elenco, mas não vai jogar desde o começo", declarou Heynckes. Com isso, o treinador confirmou que Ulreich seguirá como titular do gol do Bayern na decisão de mais um torneio.

Neuer está há oito meses afastado dos gramados. O goleiro se recuperou de uma fratura no pé esquerdo, cujo processo de reabilitação demorou mais do que o esperado. Sua última partida foi em setembro.

Por isso, Neuer se tornou também uma preocupação para a seleção alemã. Mas, às vésperas da Copa do Mundo, Heynckes apostou que o goleiro estará em forma para ser o titular da seleção na Rússia. "Manuel tem uma presença e uma autoridade que dificilmente qualquer um possa rivalizar no gol. Ele estará de volta em seu modo de competição relativamente em breve."

Curiosamente, no sábado o Bayern terá pela frente seu futuro comandante. Niko Kovac, do Eintracht Frankfurt, já foi confirmado como novo técnico do time bávaro para a próxima temporada, substituindo justamente Heynckes. Apesar da situação inusitada, o croata negou qualquer incômodo. "Queremos vencer a final. O que acontecerá depois não importa", afirmou.

Kovac pode dar ao clube seu primeiro título em 30 anos, desde a conquista justamente da Copa da Alemanha em 1987/1988. "Seria uma explosão de emoções para Frankfurt e nossa torcida. A final é um presente de despedida. Tive muitos bons momentos, então fica um gosto um pouco amargo, mas também doce", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.