Heynckes pede Bayern concentrado e minimiza elogios

O Bayern Munique está praticamente classificado para as quarta de final da Liga dos Campeões da Europa após derrotar o Arsenal por 3 a 1 em Londres, mas o técnico Jupp Heynckes cobrou concentração dos seus jogadores na partida desta quarta-feira na Alemanha para evitar qualquer surpresa desagradável, ainda mais que o time não contará com Bastian Schweinsteiger e o francês Franck Ribery.

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 12h52

"O Arsenal não é um time qualquer. Eu sei que precisamos de 100% de compromisso nesse jogo", disse. "Meus jogadores veem exatamente da mesma maneira e eu não tenho nenhuma dúvida de que o resultado de 3 a 1 não desempenha mais nenhum papel em suas mentes", completou.

Heynckes elogiou Arsène Wenger, técnico do Arsenal, e avaliou que o time londrino não vai desistir fácil do confronto. "Eu conheço Arsène Wenger bem e tenho muito respeito por ele, um dos melhores treinadores da Europa. O Arsenal vai vir aqui e vai tentar tudo o que podem pensar", disse.

Com vantagem de 20 pontos na liderança do Campeonato Alemão e uma boa campanha na Liga dos Campeões, com o melhor ataque da competição, o Bayern começa a ser apontado como um dos principais times do futebol europeu nesta temporada. Heynckes, porém, rejeita a avaliação.

"Há várias grandes equipes e você tem que confirmar esse status em cada jogo. Temos que ser modestos e é assim que nós precisamos continuar. Não devemos permitir influências de fora porque para ser chamado de melhor clube você tem que confirmar isso internacionalmente", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.